TripAlly: porque internet não deve ter fronteiras

49

O acesso à internet cresceu de modo exponencial nos últimos anos. Hoje em dia, lugares que antes nem sonhavam poder usar internet, já não vivem mais sem essa que foi uma das maiores invenções do homem. Pesquisas mostram que em poucos anos, o acesso global à rede mundial de computadores será quase que completamente global, cobrindo áreas que hoje ainda sofrem com a falta de acesso, como países emergentes.

Porém, mesmo sendo a rede mundial de computadores, essa que teoricamente não deveria ter fronteiras, mas tem. Viajar para outro país significa dor de cabeça para aqueles que querem continuar tendo acesso à rede mesmo em solo estrangeiro. Redes Wi-Fi parecem uma ótima saída, mas nem sempre essas estão à disposição, ainda mais quando mais se precisa delas, nessa hora, o universo parece conspirar para que seu uso de rede seja extremamente limitado.

Agora, pense bem, em um mundo que teoricamente é conectado de todas as maneiras imagináveis, seus mercados, seus programas de TV, e hoje em dia, sua internet. Não faz muito sentido que essa seja limitada à ser usada dentro do território do seu próprio país, especialmente quando se fala de internet móvel, que hoje em dia representa a maior parte dos acessos à rede.

Quem viaja para o exterior, além de ter que se preocupar com as burocracias já conhecidas, como passaportes, documentos, bagagem, etc., também precisa se preocupar em não ficar sem acesso à rede em seu smartphone, uma vez que as operadoras não são capazes de oferecer planos e sinal realmente sem fronteiras. Um mundo conectado onde é preciso trocar de operadora para se viajar para outro país. Seria cômico se não fosse um retrocesso.

Mas, dá para pensar nas razões para isso. Oferecer internet realmente sem fronteiras demanda muito mais trabalho e investimento, além de que a operadora que se despusesse à esse feito estaria abrindo mão de muito lucro. Como assim? Pense bem, o que sairia mais em conta para uma empresa: oferecer planos caros e limitados que ainda por cima só funcionam em território nacional, ou investir em equipamento e mão de obra para oferecer planos de internet móvel global que ainda precisariam ter um preço competitivo para se tornarem viáveis? Pois é, do ponto de vista de um investidor, quebrar fronteiras parece um péssimo negócio nesse mercado. A não ser que uma nova forma de dinheiro surgisse, não é?

As moedas digitais estão sem dúvidas mudando o mundo, para melhor ou para pior. Fazer investimentos e se tornar um grande investidor está se tornando algo cada vez mais acessível graças à essas moedas, e é justamente por isso que a TripAlly se propõe a ser a primeira plataforma descentralizada baseada em blockchain a oferecer internet móvel realmente sem fronteiras e de facil acesso a todos. Uma operadora onde você paga seus planos com moedas digitais e pode usar seus dados em qualquer lugar do mundo, sem a necessidade de pagar altas taxas https://tripally.co

Fronteiras foram feitas para serem ultrapassadas, compre já as moedas digitais da TripAlly e garanta seu acesso à plataforma!

Saiba mais informações em: https://tripally.co/

leia o Papel branco

 

Minha carteira ethereum: 0xa483B555f52fEA04c4A17Ab463bE1CDD98677891

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here